A campanha visa imunizar em Jacutinga 4900 animais entre cães e gatos

A Pvacinacao-raiva-continuarefeitura Municipal de Jacutinga, através da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Sanitária, em parceria com o Governo Estadual, através da Secretaria de Estado de Saúde, promoverão durante o mês de Agosto, a vacinação antirrábica em Jacutinga. A campanha já deveria ter ocorrido, mas somente agora o Governo do Estado disponibilizou as vacinas para imunização dos animais.

A meta da campanha este ano é vacinar 4.900 animais em todo o Município, inclusive na zona rural e as vacinas chegaram nesta segunda feira em Jacutinga. A Vigilância Sanitária está agora elaborando o cronograma de vacinação que deverá estar concluído nos próximos dias, estabelecendo os locais, datas e horários de vacinação em cada bairro da cidade, como nos distritos do Sapucaí, São Sebastião dos Robertos e São Luiz.

O cronograma será amplamente divulgado tanto pela imprensa local, quanto pelo site e facebook da Prefeitura, além e carros de som, para que todos possam levar seus animais para ser vacinados. Após a vacinação nos bairros da cidade e nos distritos a equipe da Vigilância Sanitária realizará a vacinação nas áreas rurais, onde farão a busca ativa para imunizar os animais que ainda não tenham sido vacinados.

Este trabalho intenso da Vigilância Sanitária visa imunizar todos os animais do nosso município, de forma a evitar a incidência de raiva em Jacutinga. A meta do Departamento de Vigilância Sanitária da Prefeitura é alcançar 100% dos animais, estimados em 4900 entre cães e gatos. Fiquem atentos a divulgação do cronograma de vacinação que deverá ser divulgado nos próximos dias e ele seus animais para serem vacinados.

   A raiva é uma doença fatal causada por vírus que acomete todos os
mamíferos, podendo oferecer riscos ao homem. Os animais infectados apresentam desvio de comportamento, como ficar sem comer, ficam isolados e longe da luz, não conseguem ingerir líquidos e podem ficar agressivos, babar, e no caso de cães, ficar com o latido rouco e prolongado como um uivo, e normalmente morrem sete dias após iniciarem estes sintomas.

Caso você seja agredido por cães e gatos não mate o animal; mantenha-o preso em local seguro, durante 10 dias, com água e comida a vontade, e evite contato próximo e não permita que outras pessoas e animais de aproximem dele. Lave bem a ferida com água e sabão e procurem uma unidade de saúde. Se o animal desaparecer ou vier a morrer retorne imediatamente ao centro de saúde. Para evitar acidentes com animais contaminados pela doença, vacine seu cão e gato; não os deixem a solta pelas ruas; jogue o lixo no local correto, evitando assim o acesso de outros animais; não mexa com animais desconhecidos ou doentes; não separe brigas de animais e passeie com o animal sempre preso a coleira.