Nota Epidemiológica sobre a Dengue: A Vigilância Epidemiológica pede aos moradores dos bairros Vila Esperança e Centro (proximidades da Marechal Deodoro e Afonso Pena), atenção redobradas para sinais e sintomas da dengue, caso apresentar dois ou mais sintomas procurar o atendimento médico, pois há circulação do vírus nestes locais. Jacutinga tem hoje 10 casos de dengue importadas (contraídos em outros municípios) e 07 autóctones (que não relatam viagem).

Outros 11 aguardam resultados da sorologia e ainda 02 pacientes repetirão a coleta pois tiveram resultado indeterminado. Até o momento o 17 pacientes que eram suspeitos tiveram resultados negativos para dengue. É importante que os pacientes apresentem dois ou mais sintomas, por ex. apenas dor abdominal ou apenas febre ou qualquer outro sintoma isolado dificulta a suspeita para dengue, caberá a equipe médica o critério de solicitar exames diante do quadro clínico.

O trabalho de bloqueio continua de forma intensa pela equipe de combate a endemias, dentre ele esta o TPVE – Tratamento e Pesquisa Vetorial Especial, onde a equipe é desloca para o local do caso suspeito em busca de larvas que serão enviadas a Pouso Alegre, se as larvas forem confirmadas positivas para o Aedes é liberado o produto químico para realização do fumacê. os Sinais e sintomas são: Dengue Clássica Mais Febre alta com início súbito. Mais Forte dor de cabeça. Mais Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos. Mais Perda do paladar e apetite. Mais Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.

Mais Náuseas e vômitos· Mais Tonturas. Mais Extremo cansaço. Mais Moleza e dor no corpo. Mais Muitas dores nos ossos e articulações. seta Dengue hemorrágica Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta: Mais Dores abdominais fortes e contínuas. Mais Vômitos persistentes. Mais Pele pálida, fria e úmida. Mais Sangramento pelo nariz, boca e gengivas. Mais Manchas vermelhas na pele. Mais Sonolência, agitação e confusão mental. Mais Sede excessiva e boca seca. Mais Pulso rápido e fraco. Mais

Dificuldade respiratória. Mais Perda de consciência. Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas. De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, cerca de 5% das pessoas com dengue hemorrágica morrem. O doente pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, náuseas ou até mesmo não apresentar qualquer sintoma.

O aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes podem indicar a evolução para dengue hemorrágica. Esse é um quadro grave que necessita de imediata atenção médica, pois pode ser fatal.